Página

sábado, 25 de junho de 2011

Brasil ganha um Mapa da Corrupção colaborativo: ainda há esperanças!

Por Ricardo Setti


Inspirada pelos protestos na Espanha em que os auto-denominados “indignados” pedem desde o dia 15 de maio mudanças, inclusive no sistema eleitoral, nos padrões morais e na economia no país, a cineasta Raquel Diniz, 31 anos, criou um o Mapa da Corrupção, um gráfico colaborativo que pretende listar os casos de corrupção no Brasil.
Lançado em 24 de maio deste ano, o projeto foi visto mais de 60 mil vezes e já conta com mais de 80 casos. Entre eles, os escândalo do Mensalão, dos Cartões Corporativos e dos Sanguessugas. Além da Máfia da Merenda, do Caso Bancoop, das investigações de subornos e corrupção na CBF e da quebra de sigilo bancário do caseiro Francenildo.
Raquel Diniz diz acreditar na força mobilizadora da internet, em especial das redes sociais, e espera que o mapa ajude a refrescar a memória do povo brasileiro. ”É uma tentativa de fazer com que as pessoas vejam o mapa e não votem nos corruptos”, afirmou a cineasta à Folha de S. Paulo. “Os políticos corruptos só continuam no poder porque eles ganham votos”.

0 comentários:

Postar um comentário

Favor identificar-se.