Página

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Petista critica possibilidade de PMDB presidir Câmara e Senado

 

O deputado federal Dr. Rosinha (PT-PR), presidente do Parlamento do Mercosul, criticou nesta quarta-feira a possibilidade de o PMDB ocupar simultaneamente as presidências da Câmara e do Senado. "Não é bom nem para a democracia brasileira, nem para o próprio Congresso Nacional, que uma mesma sigla esteja à frente das duas Casas pelos próximos dois anos", afirmou. "A instituição legislativa não pode adquirir o aspecto de uma agremiação partidária", reiterou. O deputado Michel Temer (PMDB-SP) é apontado como o favorito na disputa pelo comando da Câmara. Disputam o cargo com ele os deputados Osmar Serraglio (PMDB-PR), Ciro Nogueira (PP-PI) e Aldo Rebelo (PC do B-SP). Leia mais (21/01/2009 - 12h00)

 
 

Comento:

Acaso fosse válido o argumento do Dr. Rosinha, o que dizer de se ter a Presidência da República e a do Congresso, DOIS PODERES? 

Na verdade ele só produz argumentos contrários a que o PT possa pleitear (o que é uma ilegitimidade no Estado de Direito - a Constituição não veda) a presidência que qualquer das Casas do Congresso. A ânsia hegemônica do PT deslegitima seu discurso - ou apenas revela seu desapreço pela democracia e pela legitimidade, dentro das regras do jogo democrático, de acesso ao Poder.

Dr. Rosinha deveria pensar antes de falar... se for possível.

0 comentários:

Postar um comentário

Favor identificar-se.