Página

sábado, 5 de março de 2011

Adozinda Kuhlmann, professora há 75 anos: “Para ser um bom professor é preciso trabalhar com entusiasmo verdadeiro”

Por Augusto Nunes: "

Adozinda Kuhlmann tem 93 anos e há 75 se dedica à arte de ensinar. Nascida em Cuiabá, a professora de língua portuguesa tem orgulho da profissão herdada do pai, que qualifica de “a mais bonita do mundo”. Nesta entrevista, dividida em quatro blocos, Adozinda conta como começou a lecionar aos 18 anos em São Paulo, explica que cada criança aprende de forma diferente das outras e recorda antigos alunos. Falante, voz suave, ela acha que, seja qual for o salário, todo bom professor deve trabalhar “com entusiasmo verdadeiro”. Adozinda também escreve acrósticos e poemas. Durante a conversa, declama os versos que compôs inspirada na própria morte, que não teme, e o trecho do poema que encerrou uma palestra recente: “Ser professor é ser rei do universo, é poder construir vidas, é ser maior que o Rei Midas. É ser palavra, é ser verso”.


Parte 1



Parte 2



Parte 3



Parte 4








"

0 comentários:

Postar um comentário

Favor identificar-se.